Notícias

Últimas Notícias

Imagem notícia

Mitos e verdades: alimentação e câncer

Pelo menos um terço dos casos de câncer em adultos estão ligados a hábitos de vida, incluindo a dieta. Geórgia Oliveira, nutricionista do Grupo Oncologia D’Or, explica que apesar de não existir um tipo de alimento que possa prevenir por completo a doença, a boa alimentação ainda é uma das principais armas na prevenção e no combate ao câncer.

Mas é preciso ficar atento aos mitos e verdades que ainda envolvem o tema. Informações inconsistentes sobre o que e o que não comer acabam confundido as pessoas. Pensando nisso, a especialista destacou algumas das principais dúvidas sobre a relação dos alimentos para o desenvolvimento do câncer.

Ingestão de fibras faz bem?

Verdade. A fibra tem um papel protetor muito importante para a saúde. Um dos principais é a prevenção de muitas doenças, entre elas o câncer. Uma dieta equilibrada em fibras é capaz de proteger o corpo de alguns fatores agressores provenientes de alimentos com agrotóxicos, gordura e sódio. As fibras oferecem um mínimo de equilíbrio para absorver aqueles nutrientes que não são necessários para a saúde.

É preciso ter atenção ao consumo de bebidas quentes?

Verdade. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), bebidas quentes – como chás e cafés – podem ser carcinogênicas. Estudos mostram que existe uma associação entre câncer de esôfago e o consumo de bebidas quentes.

Expor os alimentos ao forno micro-ondas pode provar câncer?

Mito. O forno micro-ondas possui uma forma de radiação não ionizante, que não tem capacidade para lesar o DNA das células. A exposição não torna o alimento radioativo e também não causa risco à saúde das pessoas.

O consumo de carnes vermelhas deve ser moderado?

Verdade. Estudos apontam que a ingestão em excesso de carnes defumadas, grelhadas e embutidas pode aumentar o risco de câncer e a mortalidade após o câncer de mama. Pesquisas também indicam que o alto consumo de carnes está associado ao risco elevado de câncer colorretal, de pâncreas e de próstata.

O consumo de soja é perigoso?

Mito. Há muito tempo o consumo de soja tem gerado dúvidas. Mas, recentemente, um estudo mostrou que mulheres com câncer de mama que consomem quantidades maiores de produtos de soja diminuem 21% do risco de vir a óbito.

A nutricionista ainda destaca exemplos de alimentos e seus benefícios para a saúde:

 

 Alimentos Exemplos Benefícios
Proteína animalmagra Peixe, carne orgânica, ovos orgânicos enriquecidos de ômega-3. Gorduras boas que podem até potencializar os efeitos do tratamento.
Lipídios Azeite de oliva,  Óleo de linhaça. Podem retardar o crescimento do tumor.
Ervas e condimentos Cúrcuma, hortelã, tomilho, alecrim, alho. Têm propriedades anti-inflamatórias.
Cereais Pão multigrãos, quinoa, arroz integral.. As fibras regularizam o funcionamento do intestino, reduzindo o tempo de contato de substâncias cancerígenas com a parede intestinal.
Leguminosas (são fontes de proteínas vegetais) Lentilha, ervilha, feijão, azuki,grão de bico. Ricos em fibras, estes alimentos têm os mesmos efeitos dos cereais.

 

Desenvolvido por Casa da Criação