Sala do paciente

Dicas

Guias para o Paciente

Depoimentos

Shirlei Alves Espinosa

25/05/2016

“Já estava há dois anos sem fazer mamografia e receber o diagnóstico foi um baque – Tomei um susto ao ver no exame que tinha um tumor no seio direito. Chorei muito, mas longe das minhas filhas para que elas não achassem que eu estava sofrendo.” Para Shirlei o maior erro foi pesquisar sobre a doença na internet. Segundo ela, as matérias lidas fez com que fosse para a cirurgia assustada, achando que o seu caso era igual ou pior dos pesquisados. Estou superando essa fase, graças ao apoio que recebo das minhas filhas e de duas amigas – Minha filha que é médica me acompanhou em todos os momentos. Logo que recebi a noticia ela me disse: “tudo no início tem jeito”. Minha relação com os médicos e o Centro de Oncologia D’or está sendo bom, o que me ajuda bastante. Um mês depois da cirurgia já estava fazendo a Radioterapia, e o tratamento não alterou meu dia a dia, nem minha autoestima. Mas depois desse susto, vou me cuidar e jamais vou deixar de fazer os exames – Rezo para nunca mais passar por isso.

Paulo Munhoz

25/05/2016

Tudo começou com uma infeção e febres, e a pedido do urologista fiz uma biopsia que diagnosticou um tumor de próstata. Considerei o câncer como qualquer outra doença que deve ser tratada – é lógico que cada caso é diferente do outro, e depende como o corpo vai reagir. Mas a maior dificuldade foi encontrar o caminho para o tratamento, e diante da situação pensei: Depois do “tapa” que levei, vou lutar e resolver o problema. Fiz um tratamento de hormonioterapia, com duração de um ano e meio, e com o nível da dosagem de PSA voltar ao normal , fui orientado a fazer radioterapia, com objetivo de evitar recidiva - eliminando assim, qualquer chance de metástase .Durante o tratamento não tive medo que alguma coisa desse errado, pois estava no caminho certo, apesar do incomodo que senti . Fui paciente – O tempo resolve tudo, e não devemos precipitar. A indicação do médico foi a Rede D’or por conta do aparelho Novalis CD Classic – um equipamento de radioterapia guiado por imagem (IGRT). Tive medo de lesionar outras regiões do corpo , e não só o tumor. Estou tendo um atendimento excelente, pois o Centro de Oncologia D’or está equipado com aparelhos de última geração, e conta com uma equipe bem estruturada de médicos , atendentes e técnicos. Por isso, não podemos dizer: “Estou com uma doença que mata, pois com a evolução da medicina temos a esperança de vencer”.

Deixe seu comentário

Grupo Oncologia D'Or

Acreditar
CEHON
Central Clinic
Fujiday
Instituto de Oncologia do Vale
NeoH
Onco Brasília
Oncologia D'or

Desenvolvido por Casa da Criação